top of page

MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS VÃO PRESSIONAR PELO AUMENTO DO TETO DE ENQUADRAMENTO DO REGIME ESPECIAL

Após se mobilizarem em Brasília pela manutenção do Simples Nacional na reforma tributária, micro e pequenas indústrias vão pressionar pelo aumento do teto de enquadramento do regime especial, dos atuais R$ 4,8 milhões para R$ 8,4 milhões.

"Não basta apenas manter. Na verdade, tem de aumentar o teto do seu enquadramento", diz o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi). Ele reconhece a dificuldade de alcançar esses valores, mas acredita que o teto suba.


Segundo o executivo, o aumento do teto do Simples Nacional será discutido depois da aprovação da reforma, pois a discussão atual é sobre a estrutura jurídica e não aumento das alíquotas.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page